7 dúvidas comuns sobre a transferência de cursos

7 dúvidas comuns sobre a transferência de cursos

Se você está estudando e pensa em fazer uma transferência de cursos, pode estar com uma série de dúvidas.

Quais disciplinas é possível eliminar, qual será sua nova carga horária e a possibilidade de manter o seu financiamento estudantil são apenas algumas dessas questões.

Mesmo que você já tenha escolhido o curso para o qual quer migrar, alguns processos podem ser diferentes dependendo da instituição de ensino.

Pensando nisso, reunimos aqui os principais questionamentos que os estudantes enfrentam na hora de trocar de curso.

Conhecer o passo a passo desse processo é importante para não perder tempo na hora da mudança.

Esclarecendo os pontos a seguir, você vai estar pronto para mudar de curso de forma mais rápida e mais cômoda. Preparado?

1. O que devo considerar antes de mudar de curso?

Coloque na ponta do lápis os motivos pelos quais você deseja mudar de curso ou de universidade. Faça o mesmo exercício para seu curso atual.

Responda às seguintes questões: as disciplinas na grade do curso atendem ao que você espera? Os professores são capacitados de forma adequada? Estudar na universidade em que você está atualmente vai abrir portas para você no futuro? Acrescente outras perguntas que você achar relevantes.

Use essa tática para comparar os pontos positivos e negativos tanto de pedir transferência, quanto de permanecer onde você está.

Dessa forma, seus motivos ficarão expostos de maneira mais clara e ficará mais fácil tomar uma decisão. Isso também vai facilitar a procura por cursos que se encaixem no que você priorizou ao fazer sua escolha.

2. Quem pode pedir transferência?

Qualquer aluno matriculado em qualquer curso de graduação pode pedir transferência.

Mas cada universidade tem as suas próprias regras para determinar em que período é possível fazer a transferência e qual é o procedimento necessário para a mudança.

Pode haver, por exemplo, a exigência de um número mínimo de horas cursadas para fazer a solicitação. No caso do curso de destino, o aluno pode ter de fazer uma prova para ingressar.

3. Quais são os tipos de transferência?

É possível mudar o horário de seu curso, pedir transferência de campus ou mesmo migrar para outro curso dentro da mesma instituição de ensino. Essa é a chamada transferência interna.

Já no caso da mudança de uma instituição de ensino para outra, a transferência é externa.

Ambos os processos dependem da disponibilidade de vagas no curso de destino. Nesse caso, o histórico escolar pode ser um critério de desempate caso haja um grande número de candidatos por vaga.

Educação a distância

Outra possibilidade é a troca do ensino presencial pelo ensino a distância e vice-versa.

Nesse sentido, podem pesar na escolha do aluno fatores como distância até a faculdade, horas disponíveis para estudo e até o valor das mensalidades.

Cabe decidir a qual modalidade você está mais adaptado e qual entrega o que você busca.

4. Como é o processo de transferência de cursos?

A transferência de curso envolve buscar uma vaga na universidade para onde você deseja migrar, ser aceito no curso de sua escolha e depois avisar à sua instituição de origem sobre sua mudança.

Como os pedidos são bastante frequentes, as universidades já organizam períodos do ano dedicados às transferências.

Geralmente, elas divulgam em seus sites e também internamente o período em que é possível fazer as solicitações, além dos procedimentos necessários.

5. Como vai ficar minha carga horária depois da mudança de curso?

Dependo das aulas que você já frequentou, é possível usar seu histórico escolar para abater parte da carga horário do curso para o qual você pretende migrar.

Procure saber quais são as regras da instituição para onde você pretende ir e cheque quais documentos é necessário entregar.

Há casos, porém, em que é necessário cursar todo o programa, mesmo que você já tenha cumprido horas em disciplinas semelhantes. Tudo depende da grade curricular de cada instituição.

6. Posso manter a bolsa ou o financiamento ao mudar de curso?

Fies

Qualquer universitário que tenha contratado um empréstimo pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pode pedir transferência de cursos ou de instituição de ensino.

As solicitações podem ser feitas apenas uma vez no caso de mudança de curso. Já as transferências entre instituições de ensino podem ser feitas uma vez por semestre.

O pedido pode ser feito a partir do último mês do semestre que o estudante está cursando. A mudança passa a valer a partir do período seguinte. O mesmo critério vale para quem trancou um curso.

As transferências são solicitadas pelo próprio sistema do Fies mas, caso o estudante tenha obtido o financiamento antes de janeiro de 2010, deve apresentar seu pedido à Caixa Econômica Federal.

Prouni

No caso do Prouni, só é possível pedir transferências para outros cursos caso isso não estenda a carga horária para a qual a bolsa foi concedida inicialmente. Também não é possível mudar para uma vaga cuja modalidade da bolsa seja diferente (de parcial para integral e vice-versa).

Já para os programas privados de bolsas de estudo e financiamento estudantil, é preciso consultar as condições junto a cada entidade que os concedeu. É mais provável que eles sejam mantidos em casos de mudança entre cursos ou campus de uma mesma instituição.

7. Vou ter que gastar mais dinheiro ainda para mudar de curso?

Este é outro ponto que pesa na decisão de quem pretende fazer uma transferência de cursos.

Como já analisamos aqui, cada caso tem suas particularidades. E sim, é possível que você tenha que gastar ainda mais dinheiro do que já desembolsou.

Isso porque dificilmente haverá alternativa caso o curso para o qual você quer migrar tenha uma carga horária maior. Você também terá de gastar um pouco mais caso não consiga eliminar as disciplinas iniciais.

Não é à toa que esse é um dos principais pontos a considerar antes de se decidir pela mudança.

É importante não deixar para resolver a parte burocrática na última hora, pois o processo de transferência pode exigir um pouco mais de tempo e você pode perder aulas caso ele só seja concluído depois do início do curso.

Ficou com mais alguma dúvida sobre transferência de cursos? Comente aqui neste post. Assine também a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades em educação a distância e outras oportunidades para fazer a sua carreira decolar.

10 Respostas
  1. olá, gostei muito da matéria e estrutura do site, muito bem organizada. A matéria serviu bem para minhas pesquisas. Espero encontrar sempre bons assuntos assim. Gratidão!

  2. Sua matéria me deu mutas informações Úteis de qualidade. Quero acompanhar seu site pois valeu a pena mesmo. Fica meu grande abraço!

  3. Nossa que maravilha de matéria. Fique feliz em obter essas informações preciosas. Vou me inscrever nesse site e aguardar cada postagem com ansiedade. Grata!

  4. Bacana o ponto de vista e informações de muito bom conhecimento nesse assunto mesmo. Procuro sempre sites que possam me ajudar com boas matérias e aqui me encontrei muito satisfeita. Gratidão!

  5. Fazendo uma visitinha por aqui.
    Depois da uma passada na minha página que eu tenho algo muito bom mesmo, vale apena conferir.
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *