7 administradores de sucesso para você se inspirar

7 administradores de sucesso para você se inspirar

O mercado está repleto de administradores de sucesso que fizeram história, se arriscaram e construíram negócios que modificaram (e impulsionaram) não apenas a economia, mas principalmente a forma de gerir empresas, empreender e se relacionar com os próprios colaboradores e a sociedade.

Foi pensando nisso que reunimos sete grandes nomes do meio e suas respectivas histórias de vida para você se inspirar e, quem sabe, trilhar o mesmo caminho repleto de conquistas e vitórias. Confira!

1. Jorge Paulo Lemann

Para começar, há ninguém menos que Jorge Paulo Lemann — eleito pela Revista Forbes como o maior bilionário do país. Embora seja bastante famoso no mercado financeiro, no qual iniciou a carreira por meio da aquisição do Banco Garantia, foi no mercado empresarial que Jorge fincou seu nome como um dos maiores empreendedores brasileiros.

O motivo? É que, desde os anos 80, ele adquiriu diversas companhias tanto ao nível nacional quanto internacional, como a Brahma — que posteriormente se converteu na Ambev com a fusão com outra marca de cerveja —, a SabMiller, a Heinz, o Burger King etc. Porém, não é somente com a administração de negócios que o empresário mostra a visão vanguardista que possui.

Em 2002, ele criou a Fundação Lemann, uma organização sem fins lucrativos, que busca promover e inovar a educação no Brasil por meio de pesquisas sobre o ensino nas escolas, desenvolvimento de políticas educacionais e projetos para complementar a formação de professores.

2. Flávio Augusto da Silva

Flávio Augusto da Silva é um dos gestores que fez seu nome no meio empresarial ainda muito jovem. De família humilde e oriundo da periferia carioca, aos 19 anos começou a trabalhar em uma escola de idiomas. Nela passou quatro anos até que, em 1995, fundou a própria instituição: a Wise Up. O intuito dele era atender a um público adulto que tinha pressa de aprender a língua inglesa e ansiava por resultados em períodos mais curtos.

Por essa razão, investiu em novas metodologias de ensino com cursos de duração de 18 meses. Não demorou muito para que o sucesso batesse à porta de Flávio e a empresa se tornasse bastante lucrativa, tornando-se uma das grandes apostas no mercado de franquias.

3. Roberto Justus

Outro nome que não pode faltar nesta lista de administradores de sucesso é Roberto Justus. Bastante conhecido no meio publicitário, ele se formou ainda jovem em administração e teve como primeiro cargo a gestão do departamento financeiro da Fischer & Justus Comunicação.

Com o bom desempenho, ele assumiu outras áreas da agência, como o setor de atendimento, e logo tornou-se sócio da empresa — angariando não apenas clientes internacionais, mas também diversos prêmios, como os do Profissionais do Ano e do Festival de Cannes.

A partir disso, sua trajetória só ascendeu. Houve a fusão com a WPP Group — a maior companhia de marketing e publicidade do Reino Unido — e ele, sempre em busca de novos desafios na carreira, assumiu a apresentação do programa Aprendiz na Rede Record, transformando-se também em um dos apresentadores mais influentes do país.

4. Alberto Saraiva

Filho de imigrantes portugueses que resolveram tentar uma vida melhor no Brasil, Alberto Saraiva não teve uma infância fácil. Quando criança, ajudava o pai na compra e revenda de doces que garantia o sustento da família. Anos depois, já rapaz e morando em São Paulo, ele colaborava com os progenitores na pequena padaria que tinham.

Durante alguns anos, chegou a cursar medicina, mas acabou abandonando o curso motivado pelo assassinato do pai e a dificuldade em gerir o negócio que ficara sob sua responsabilidade. Para não falir, Alberto precisou aprender a negociar, lidar com fornecedores, entender sobre logística e a atrair a clientela que era escassa à época.

Com a boa administração, não demorou muito para o empreendimento crescer e ele se tornar um negociante de pontos comerciais. Entretanto, foi em 1988, ao contratar um senhor que tinha como especialidade fazer comida árabe, que a chance de progredir apareceu. Ele fundou o Habib’s no mesmo ano e em 1992 inaugurou a franquia da marca que espalhou centenas de restaurantes para todo o país.

5. Abílio Diniz

Conciliando as paixões pelo futebol, automobilismo e pela administração — área na qual se formou —, Abílio Diniz assumiu em 1959 a gestão de um supermercado a convite do próprio pai. Embora tentado a fazer a pós-graduação nos EUA, assumiu o desafio do primeiro emprego e mostrou que seu progenitor não estava errado em confiar nele.

Para se ter ideia, em menos de cinco anos ele abriu a segunda loja do Pão de Açúcar e começou o processo de criação de uma rede da marca por todo o Rio de Janeiro. Depois disso, ao longo das décadas seguintes, a empresa inaugurou filiais em outros estados e adquiriu ações do grupo Carrefour S.A., tornando-se uma das mais importantes e lucrativas do setor no Brasil.

6. Ueze Zahran

Ueze Zahran, por sua vez, possui uma história de superação e, acima de tudo, determinação. De família simples, começou a trabalhar ainda aos 13 anos como balconista do pequeno restaurante da família. Com a baixa perspectiva de lucro, seus os pais resolveram fechá-lo e abrir uma padaria na qual o jovem se acidentou e acabou perdendo o dedo indicador esquerdo, o que o obrigou a se afastar do trabalho.

Por conta disso, mudou-se para São Paulo onde se tornou revendedor de alimentos e, posteriormente, de gás. Foi então que descobriu a vocação que tinha e entrou para o setor de distribuição do produto fundando o Grupo Zahran que, alguns anos depois, em 1955, criou a Copagaz.

Porém, o agora empresário não se deu por satisfeito e também investiu em outras áreas, como a de telecomunicações — ao adquirir a Rede Matogrossense de Comunicação (RMC) — e criação de gados — ao fundar a Fazenda Chaparral.

7. Luiza Helena Trajano

Para concluir nossa seleção de grandes administradores de sucesso, deixamos a inspiradora história de Luiza Helena Trajano por último. Isso porque desde muito jovem ela se envolveu com o negócio da família. Porém, ao contrário do que muitos pensam, não foi ocupando um cargo no alto escalão dele.

Na realidade, o seu primeiro trabalho foi como balconista no Magazine Luiza, fundado por sua tia, quando tinha apenas 12 anos. Isso permitiu que a futura grande empresária do comércio varejista desenvolvesse uma visão horizontal e descentralizadora sobre a gestão das lojas e, em especial, a rotina de trabalho de diferentes profissionais, como vendedores, gerentes, atendentes, equipe de limpeza etc.

Essa experiência resultou, assim que ela assumiu a presidência do grupo, em uma série de medidas internas focadas no bem-estar, produtividade e satisfação dos colaboradores. Não é à toa que a Magazine Luiza passou a figurar constantemente entre os principais lugares da pesquisa anual promovida pela empresa de consultoria Great Place to Work.

Gostou de saber mais sobre esses grandes administradores de sucesso? Então não deixe de se espelhar neles e investir em uma carreira na área de administração que vai lhe proporcionar o conhecimento necessário sobre o mercado! Aproveite também e compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais para inspirá-los!

6 Respostas
  1. Saber que grandes empresários brasileiros são formados em administração, e que eu estou cursando o mesmo, me deixou bastante motivado a seguir em frente e encarar os desafios.

  2. Ola gostei desse artigo acho ele muito relevante e me ajudou muito, e vou ver outros artigos.obrigado.

  3. É importante ficarmos sempre ATENTO ao mercado. Um bom administrador sempre estará conectado ao mundo.

    Vivia os Administradores !

    Sds,
    Adriano S. Camposl

  4. Essa matéria está de parabéns. Quando leio algo sobre esse assunto quase sempre é imcompleto, porém aqui você falou tudo bem claro com palavras certas. gratidão mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *